O “Ciclo de Namoro Constante”

andrik-langfield-1242378-unsplash.jpg

Você conhece alguém que sempre tem que ter um romance na vida dele(a)?

Alguém que nunca está satisfeito em ser solteiro por uma temporada, mas que sempre tem suas necessidades supridas tendo namoro atrás de namoro?

 

O “Ciclo de namoro constante” é caracterizado por alguém que fez do namoro um hábito ao namorar várias e várias pessoas. Eles nunca estão satisfeitos e eventualmente se cansam de quem está perto deles- então eles partem para outra. Pessoas que têm o hábito de namorar, geralmente se preocupam mais em ter suas necessidades supridas, e não se importam muito pelo coração do outro. Muitas vezes, eles nem estão conscientes disso, porque esse hábito é um problema do coração.

 

O ciclo de namoro constante consiste em se unir com alguém e depois cortar os vínculos.  Sendo uma prática para o divórcio.

 

Tudo que fazemos deveria fluir de um lugar de identidade. Se nós não sabemos nossa identidade e o quanto somos valiosos, não vamos nos valorizar como deveríamos – e vamos atrair pessoas que fazem o mesmo. Você não está pronto para namorar até você saber quem você é e a quem você pertence.

Nossas crenças dirigem nossos pensamentos, nossos pensamentos dirigem nossas ações e nossas ações moldam o nosso destino!

 

Você VAI deixar um impacto na vida de alguém e isso pode ser bom ou ruim. Namoradores passam por vários relacionamentos e muitas vezes, não limpam a bagunça que eles mesmos criaram. Pessoas que andam na identidade de filhos e filhas, não namoram constantemente. Eles namoram com intenção e propósito.

 

Recentemente eu estava pensando sobre as pessoas que namoram muito ao invés de namorar com cuidado e intenção. Abaixo listei alguns possíveis motivos que explica isso:

 

- Eles vieram de um lar sem pai. Kris Vallotton publicou em seu blog há um tempo que quando um homem é criado sem a figura paterna, pode existir uma tendência dele se tornar um jogador no jogo de amor. Por quê? Eu acredito que é porque eles estão tentando preencher o vazio que só Jesus pode preencher. Talvez eles começaram a conquistar meninas no ensino fundamental e então nunca tiveram um homem para mostrar como tratar uma mulher com honra. Eles falharam em superar esse comportamento imaturo durante o crescimento para a fase adulta. E garotas fazem isso pelo mesmo motivo.

 

- Algumas pessoas têm o hábito de namorar porque elas são viciadas na emoção que elas sentem durante o início do relacionamento, conhecido como a fase da ‘Paixão’. Namoradores tem um apetite crônico por experienciar sentimentos que eles associam durante esse tempo, e depois que o sentimento passa e o relacionamento normal também- o namorador se encontra desapontado e vazio. Depois de um tempo no namoro, a pessoa pode acabar se acomodando porque está cansado da “rotina”.

 

- Algumas pessoas namoram habitualmente porque têm uma lista do que querem em alguém e estão tentando encontrar aquela “pessoa perfeita”. Infelizmente, isso nunca vai acontecer porque não existe isso de pessoa perfeita! Se sua lista tem coisas como “tem que gostar do mesmo estilo de música”, ou “tem que gostar de fazer trilha”, você pode preferir se concentrar nos absolutos, como “deve amar a Jesus” ou “tem que ter o mesmo sistema de valores”. Os absolutos são de fato os mais importantes.

Muitas vezes, os opostos realmente se atraem e você pode estar dispensando alguém que poderia ser um grande parceiro de vida, baseando-se em fatores não-absolutos.

 

Se você conseguiu se identificar como alguém que já namorou muito e acha que está nesse ciclo de namoro constante- e deseja parar com isso- o que fazer?

 

1 - Comprometa-se em não namorar por uma temporada. Contudo, dê um passo adiante- comprometa-se a não se relacionar emocionalmente e intimamente com o sexo oposto. Não se engane, se você ficar conversando com um amigo do sexo oposto- falando com ele várias vezes ao dia e passando tempo com a pessoa- o nome disso é namoro! Dedique-se a uma temporada sem namorar ou estar neste tipo de relacionamento com ninguém, foque em Jesus e cuide dos problemas do seu coração. Tantas coisas boas podem vir a partir dessa decisão.

2 - Comprometa-se em obter cura interior. Quebre qualquer laço de alma que você talvez tenha com os namoros passados. Jesus é fiel para completar o trabalho que ele já começou em você. Cura é um processo, e dar o primeiro passo sempre vai te levar a mais conquistas. Você quer ter um casamento saudável no futuro? Pessoas saudáveis criam casamentos saudáveis.

3 - Posicione-se para crescer conversando com pessoas que vão afirmar a sua identidade. Escolha amigos que vão falar a verdade para você. Provérbios 27:6 diz, “Fiel são as feridas de um amigo.” Se eles não estiverem comprometidos a te machucar com a verdade, então essa amizade não é realmente profunda. Verdadeiros amigos são honestos com você, mesmo quando dói. Convide líderes e mentores no seu processo de cura em quem você confie e que realmente te conheça. Bons mentores farão perguntas difíceis sobre você e os seus relacionamentos. Escute o que eles têm a dizer. Coloque peso nessas palavras. Nós precisamos de pessoas na qual podemos confiar mais do que a nós mesmos.

 

Deus tem um destino incrível planejado para a sua vida. Não perca seu tempo indo de um relacionamento para o outro. Peça ajuda se precisar. Conecte-se com Jesus e faça algumas mudanças! Você nunca irá se arrepender de ter dado um tempo no Ciclo de Namoro Constante- você só vai se arrepender, se você não o fizer. Você consegue!